domingo, 10 de agosto de 2008

Valorar (será que assim entendem?)

A palavra chave , o termo e sobretudo o conceito que deve estar presente para quem quer, em estrita homenagem ao rigor intelectual, discutir a questão do BES de campolide é esta: valoração. É um exercício que, ás vezes, se coloca ao ser pensante: ter duas opções e ter , fatalmente que escolher UMA. A "supostamente" mais acertada. Como o debate sobre esta matéria tem revelado um nível demasiado baixo (chão, rente) talvez este exemplo sirva para iluminar as cabeças que se têm dado ao trabalho de escrever sobre esta matéria: vou dar porrada no primeiro benfiquista que me aparece à frente, ou fico tranquilamente (oito horas) a ouvir impropérios sobre o Glorioso Sporting Club de Portugal até me decidir dar-lhe uma cabeçada nos cornos??!

2 comentários:

mdsol disse...

Bom... entusiasmos no modo de dizer à parte, partilho a questão que levanta (se é que entendi...entenda-se).
E escrevi um comentário tão longo que achei um abuso e... cortei-o. Se der transformo-o em post ou seja... levo a tralha para o meu canto!
:)))

bolonhado disse...

É claro que entendeu!
:)