terça-feira, 21 de outubro de 2008

A Estória

O Paulo Pinto Mascarenhas prolixo blogger nacional tem espírito. Sucede que eu não lhe encontro graça. No espírito. Vejamos: O Paulo (abreviemos) escreveu este Post. Como entretanto descobri que o Paulo escreve sobres blogues no Jornal de negócios, achei que isto seria uma notícia. Qual? A que o think tank do PS (res publica) tem blog e que há para aí uns blogues alinhados com Sócrates. Porreiro, disse eu, assim de mim para mim. Se há blogues alinhados com tudo o que não interessa pevide, pois que haja um alinhado com Sua excelência o Primeiro-Ministro de Portugal. Só é que (Heinrich Horster) eu não conheço esses blogues. E perguntei. Respeitosamente ao Paulo. Aqui algures nos comentários. O Paulo remete informações para a "plataforma" e-mail. Estranho mas acedo. Enviei o mail. Parece que o Paulo quer saber quem sou eu. De outra forma não me revela os blogues que insinua existirem.I rest my case. Não falo com paranóicos "lesboetas". Será que o Paulo pensa que sou assessor do Sócrates!? Deve ser, pobre coitado. Pois que pense, que pense...

6 comentários:

PPM disse...

Podia contar o resto, Dinis. Que me pediu com argumentos académicos e depois escreveu um poste a gozar sobre o assunto. As minhas notícias, eu publico-as. Não as dou, muito menos a quem não se identifica.

Dinis disse...

Mas que tipo de identificação quer o Paulo que eu lhe forneça?
BI, Contribuinte e essas coisas?
Os argumentos académicos são verdadeiros e procedem. Não gozei com nada. Disse e continuo a ter razões para dizer que o Paulo fez uma referência que carece de demonstração. O Blog da res publica, cadê? E os alinhados quais são? Porque é que isso ´(estamos a falar de blogosfera) é cacha (é assim que se escreve?) noticiosa e não opinião simples?

Dinis disse...

Mas, antes de tudo: quem sóis vos ppm? Estou a falar com quem? Hum...?!

jorge c. disse...

Esqueceu-se do Ewald. Com que então também frequentou a cadeira Téorrria Gérrral! Venham de cá esses ossos!

Dinis disse...

Abraço Jorge! Comovente essa...

jorge c. disse...

É aquela cumplicidade de quem esteve na guerra e passou tormentas. Braga ou Porto?
Ninguém saberá apreciar esse Só é que, Dinis. Estes meninos que fizeram a cadeira com facilidade.