terça-feira, 5 de agosto de 2008

O nome é tudo

Ou quase. Percebo agora a pouca popularidade (aqui em casa) do escritor de quem se fala.
É que parece haver três num só. Pois o Público designa o senhor por Alexandre Soljenitsin, A Shiznogud por Solzhenitsyn, e o Luís Januário por Soljenitsine.

É o mesmo?
O Eça é com c de cedilha, certo?

2 comentários:

Shyznogud disse...

Já agora comento aqui também. Se calhar este é um dos casos em que se percebe bem porq é q a língua exige algum tipo de "legislação" e acordos. A grafia de nomes e topónimos de línguas que não têm alfabeto latino dá frequentemente direito a confusão (o q é uma chatice, por exemplo, para pesquisas em base de dados). No caso em apreço admito q sou a mais passível de crítica porq, preguiçosamente, usei a grafia anglófila, se não estou em erro.

bolonhado disse...

Concordo com a primeira parte do comentário. Discordo do segundo e tenho dúvidas em relação a duas vírgulas ( espera; onde é que eu já ouvi isto?)

Não fiz crítica nenhuma. A sério. Só queria saber.
Cumprimentos